Plano de Negócios

Segundo Walt Disney "Se você pode sonhar, também pode realizar". Para realizar, será melhor, mais fácil, mais rápido e barato se você planejar. Do mesmo autor, temos outra: "Eu gosto do impossível porque lá a concorrência é menor". Isso pressupõe maior retorno sobre o investimento, mas maior risco também. Vamos pensar primeiro no papel, minimizar riscos e aproveitar ao máximo oportunidades. Plano de Negócios é rápido e se ganha tempo na realização.

Planejar é tudo o que se pode fazer no primeiro momento. Uma simples ação, como sair de casa para ir às compras, deve começar com um planejamento. Em se tratando de montar um negócio, principalmente. Uma casa começa em papel: Sua planta é feita antes de se começar a empilhar tijolos. O planejamento direcionam os trabalhos, os esforços, ganha aliados, disparam e convergem as ações, poupa tempo e dinheiro.

Um plano de negócio antecipa a realidade a ser vivida na sua implantação e aumenta consideravelmente as chances de sucesso do que se almeja, prevendo situações especificas ao tipo do negócio, ou ainda, genéricas como:

  • Objeto de atuação: Para que se conjugue uma interessante amplitude sem perder o foco no que interessa.
  • Localização: Escolher estar próximo à fonte de matérias primas, clientes, acesso viário ou outros, depende de um estudo racional.
  • Capital empregado: O correto dimensionamento vigora o início do negócio e maximiza a taxa de retorno.
  • Composição societária: A escolha e elaboração dos sócios promovem e harmonizam o crescimento do negócio.
  • Fornecedores e clientes: A identificação da criticidade e importância antecipa os cuidados com a relação com fornecedores, dedicação à clientes e necessidades de parcerias.
  • Dotação inicial de maquinas, estoques e outros bens: Não somente dimensionamento dos bens mas também, forma de aquisição.
  • Formato de atuação comercial: Leitura de mercado, dimensionamento de equipe e forma de monitoramento visando eficácia da força de vendas.
  • Formato de atuação operacional: Os processos produtivos devem ter atuação em consonância com os objetivos estratégicos.
  • Riscos: Disposição e aversão à riscos dependem de uma dosagem que converge com as características do negócio, margens e intenção de sócios.
  • Cronograma: O correto momento para início de atividades laterais evitam desembolsos antecipados e permitem redução do tempo total do projeto. Otimizar tempos também é maximizar ganhos.
  • Simulação de resultados e crescimento: Permite visualizar a concretização dos resultados e tem sua projeção como mola mestra para o futuro.
  • Curva de evolução do valor do negócio: Negócios bem acertados podem ter forte valorização patrimonial no primeiro estágio de vida, podendo atrair propostas capazes de gerar um ganho de capital equivalente a vários anos de operação.

Caso sejam necessárias pesquisas em campo para levantamento de dados primários, temos empresas parceiras que poderão ser demandadas.


Faça um negócio seguro. Comece convergindo os fatores no papel. Alertaremos sobre os riscos e induziremos o acerto do seu negócio.

Fazer o Plano de Negócios