Custo e Desempenho

Medir o custo para se obter o bom desempenho. Este é o propósito. Somente um sistema de custeio alinhado à produção é capaz de nos informar sobre estes fatores, para que se aplique a correta energia, a um maior resultado ponderado.

Custo e desempenho andam juntos. O sistema de custeio se pauta na apuração contínua, capaz de informar sobre o rendimento dos fatores de produção. Extrair o melhor desempenho refere-se ao correto nível de energia, com adequada metodologia, empregada nesses fatores identificados.
Vale lembrar que custos é a mola mestra da produção de resultados e se constitui em geral, ao maior esforço e gasto das Empresas. Como lembra Megliorini, “os custos devem refletir uma empresa”. O sistema de custeio é muito mais que um simples cálculo ou uma apuração pontual. É um procedimento recorrente, capaz de quantificar e apontar o lugar certo da intervenção necessária à manutenção ou evolução do bom desempenho produtivo. Um bom sistema de custeio estimula a boa produção e viabiliza a eficiência do processo.


A contabilidade efetua o tempo todo, registros para um complexo relato ao final do período de apuração. Gerar propósito de tomada de decisão a todo este trabalho se constitui a boa prática. Se multiplicarmos ainda por uma série de informações gerenciais, esta utilidade de informação passa a alcançar elevados patamares. Selecionada e distribuída aos verdadeiros agentes do processo produtivo, a informação passa a ter efetividade prática e direta.

Um SISTEMA DE CUSTEIO é composto por princípios e métodos. Sua concepção é a própria expressão do negócio que designa propósitos de informações necessárias às tomadas de decisões. Como ponto de partida, os custos apresentam comportamentos:

  • Quanto a sua incidência: concebidos ou incorridos
  • Quanto sua abrangência: parciais ou totais
  • Incidência frente a produção: fixo ou variável
  • Sua manifestação à produção: direto ou indireto (e sua complexas formas de rateio)
  • Quanto a sua manifestação frente ao caixa: desembolsável ou não.
  • Quanto a aplicação da matéria prima: do peso teórico ou peso real
  • Entre outros

  • A seleção dos itens acima e sua combinação de maneira metodológica permite uma leitura rápida, simples e que evidencie os aspectos relevantes para a tomada de decisão. Deverá ser capaz não somente de responder às perguntas como também, de apontar espontaneamente os aspectos que mereçam ação gerencial. O bom sistema de custeio não somente aponta aspectos produtivos, mas também de criticas aos produtos, preços e formas de abordagem ao mercado.



    Avaliaremos seu negócio, classificaremos seu sistema e faremos a modelagem de custos.
    Acompanharemos o processo de implantação e treinaremos os usuários que farão uso dos relatórios de desempenho.

    Aumentar Desempenho